Skip to Content

O que é agressão sexual?

Compreender o que é agressão sexual nos ajuda a reagir.

Seus direitos e opções após uma recente violação sexual

1800RESPECT
17 AUG 2014

Agressão sexual é qualquer ato sexual ou com conotação sexual que faça uma pessoa se sentir desconfortável, intimidada ou com medo. É um comportamento para o qual a pessoa não foi convidada nem escolheu.

A agressão sexual é uma traição da confiança e uma negação do direito que cada pessoa tem de decidir o que acontece com ela ou com seu corpo. A agressão sexual é um abuso de direito e poder.

Agressão sexual pode ser cometida contra adultos e crianças, homens e mulheres, e pessoas de todas as origens.

A agressão sexual também pode ser referida como abuso sexual ou violência sexual. Os termos usados ​​para descrever agressão sexual, como estupro e abuso sexual, têm um significado geral quando utilizados na conversação diária e um significado específico quando utilizado para descrever determinadas agressões sexuais criminosas específicas. Neste site, usamos essas palavras de uma forma ampla, e fornecemos apenas informações gerais.

Se você acha que um crime sexual foi cometido e quiser fazer uma reclamação, talvez você queira procurar aconselhamento. Você pode fazer isso entrando em contato com o serviço de atendimento às vítimas de agressão sexual na sua área [em inglês], a polícia, o seu médico ou um advogado. O tempo pode ser um fator decisivo e esses serviços podem fornecer informações sobre seus direitos e opções.

A agressão sexual ocorre de muitas formas

Compreender o que é agressão sexual nos ajuda a reagir quando um amigo, membro da família ou cliente revela que sofreu agressão. A lista a seguir fornece alguns exemplos de agressão sexual:

  • Assédio sexual.

  • Toque ou beijo indesejado.

  • Atividade sexual coagida ou forçada ou atividades relacionadas ao sexo, incluindo atividades que envolvem violência ou dor.

  • Exposição dos órgãos genitais, como exibicionismo.

  • Perseguição persistente.

  • Ser observado por alguém sem a sua permissão quando estiver nu ou envolvido em atividades sexuais.

  • A publicação de imagens sexuais na Internet sem o seu consentimento.

  • Ser forçado ou coagido por alguém a assistir ou participar de pornografia.

  • Batizar bebidas, ou fazer uso de drogas e álcool, a fim de reduzir ou prejudicar a capacidade de uma pessoa em fazer escolhas sobre o sexo ou atividade sexual.

  • Ter relações sexuais com alguém que está dormindo, gravemente afetado pelo álcool e/ou outras drogas.

  • Piadas sugestivas ou obscenas, histórias ou exibição de imagens com conotação sexual, como parte de um padrão de coerção, intimidação ou comportamento explorador.

  • Estupro (penetração em qualquer orifício seja qual for o objeto utilizado)

  • O aliciamento de uma criança ou pessoa vulnerável para se envolver em atividades sexuais de qualquer tipo.

  • Qualquer ato sexual com uma criança.

A agressão sexual não é o mesmo que a expressão sexual. A agressão sexual é um comportamento sexual indesejado ou atos que usam intimidação, coerção ou força para exercer o poder ou negar o direito de escolha de alguém. A agressão e o abuso sexual podem ser eventos únicos, ou parte de um padrão de violência. Ele tem uma série de efeitos, incluindo efeitos físicos, emocionais e psicológicos.

Fatos sobre a agressão sexual

Aqui estão algumas coisas importantes para saber sobre a agressão sexual:

  • A maioria das agressões sexuais são cometidas por homens contra mulheres e crianças.

  • Homens também sofrem violência sexual; predominantemente cometida por outros homens.

  • A maioria das pessoas que sofre agressão sexual conhece, ou encontrou recentemente, o agressor.

  • Alguns atos de agressão sexual também são crimes.

  • Informar à polícia pode ser uma decisão difícil. As limitações no nosso sistema judiciário e na forma como as provas são recolhidas podem ser um desafio.

  • Pessoas que sofrem agressão sexual reagem de muitas formas diferentes, às vezes com forte emoção e às vezes se retraindo. Compreender o trauma da violência interpessoal nos ajuda a reagir de forma apropriada.

  • A agressão sexual é um abuso dos desequilíbrios de poder que existem na sociedade. 

  • A maioria das agressões sexuais não é informada à polícia.

Os efeitos da agressão sexual

A violência interpessoal, como a agressão sexual, é um dos eventos mais traumáticos que uma pessoa pode experimentar. Reagir às necessidades imediatas das vítimas/sobreviventes acreditando nelas e levando-as a sério, ajuda a reduzir ainda mais os danos. Continuar apoiando a pessoa conforme ela se recupera também é importante. E é importante de maneira confortável para a pessoa e a seu tempo.

Se desejar obter mais informações sobre o apoio a uma vítima/sobrevivente, consulte a página Como posso oferecer apoio a alguém que sofre agressão sexual.